Category Archives: Rapidinhas

És tu, meu amigo?

Hoje recebi um mail de um tal “Penis”.
O meu primeiro pensamento foi: “O meu pénis agora tem acesso à internet? Isso não me soa assim tão estranho”.

No final de contas era apenas mais um spam, mas pelo menos deu para concluir que a internet ainda não chegou, de facto, a todo o lado.

Don’t be a wuss

Hoje recebi um spam com este título: Don’t be a wuss

Epá, isto é o tipo de cenas que apela directamente ao meu ser. Como se o spammer tivesse entrado directamente no meu cérebro, observado os padrões de disparo das minhas sinapses e absorvido toda a essência do meu pensamento — mais: da minha alma.

No corpo da mensagem, ele descreve o que entende por não ser wuss: “Six months you’ll be carrying a dangerous weapon down there”.

Epá! Carregar uma arma perigosa lá em baixo! Um sonho tornado realidade, qual jedi knight do quarto, a fantasia de ser um verdadeiro Charles Bronson dos lençóis!

Sim senhor, este spammer esteve à altura, e o seu email será apagado com reverência, separado do resto dos spams comuns e sem imaginação.

Poderá o spam ser considerado arte?
Este nó da matriz acha que sim.